TRABALHO ESCRAVO: A NCST SE POSICIONA A FAVOR DA PEC 438

A luta contra o trabalho escravo agora está cada vez mais forte e rígida, o Brasil conta agora com mais uma ferramenta para uma segunda abolição da escravatura que é a PEC 438, defendida pela NCST. A PEC portanto tem como principal objetivo confiscar terras cujo o dono se utiliza do trabalho escravo em sua propriedade.  Segundo a constituição brasileira, toda terra deve cumprir função social, no entanto, podemos perceber que será necessário uma segunda abolição da escravatura no Brasil considerando o alto índice de trabalhadores ainda em estado desumano de escravidão.
A NCST-MA repudia toda forma de trabalho escravo, e se posiciona a favor do confisco de terras onde acontece o trabalho escravo, e luta, portanto, por um Brasil melhor para os brasileiros e trabalhadores.


A aprovação desta PEC - Proposta de Emenda Constitucional prevê o confisco de terras onde acontece o trabalho escravo, pressionando assim cada vez mais os "Senhores Feudais Contemporâneos" que ainda persistem nessa forma desumana de trabalho.
COMPARTILHAR:

+1

0 Comentario "TRABALHO ESCRAVO: A NCST SE POSICIONA A FAVOR DA PEC 438"

Postar um comentário

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil.
NCST-MA - Presidente: Raimundo Henrique da Silva Endereço: Av. Senador João Pedro, Casa do Trabalhador Sindicalizado-Sl 01 - Centro | 65025-150 Telefone: (98) 3221-3679 E-mail: ncst-ma@hotmail.com

Receba atualizações por e-mail