NCST integra Dia de Lutas no Maranhão




A Nova Central do Maranhão está integrando o movimento intitulado Dia de Lutas, um protesto nacional que reúne as centrais sindicais de todo o país contra duas medias provisórias (MPs) do Governo Federal, a MP 664 e a MP 665, editadas no final do ano passado, sem qualquer consulta ou discussão prévia com a representação sindical dos trabalhadores e trabalhadoras que, em nome de “corrigir distorções e fraudes”, atacam e reduzem direitos referentes ao seguro-desemprego, abono salarial (PIS-Pasep), seguro-defeso, auxílio-reclusão, pensões, auxílio-doença e, ainda, estabelece a terceirização da perícia médica para o âmbito das empresas privadas.

As medidas incluídas nas duas MPs prejudicam os trabalhadores ao dificultar o acesso ao seguro-desemprego com a exigência de 18 meses de trabalho nos 24 meses anteriores à dispensa, num país em que a rotatividade da mão de obra é intensa, bloqueando em particular o acesso de trabalhadores jovens a este benefício social. As novas exigências para a pensão por morte penalizam igualmente os trabalhadores: enquanto não se mexe nas pensões de alguns “privilegiados”, restringem o valor do benefício em até 50% para trabalhadores de baixa renda.


Juntamente com a Nova Central, a CUT, a Força Sindical, a UGT, a CTB e a CSB condenam não só o método utilizado pelo Governo Federal, que antes havia se comprometido a dialogar previamente eventuais medidas que afetassem a classe trabalhadora, de anunciar de forma unilateral as MPs 664 e 665, bem como o conteúdo dessas medidas, que vão na contramão do compromisso com a manutenção dos direitos trabalhistas.


De forma unânime as Centrais Sindicais reivindicam a revogação/retirada dessas MPs, de modo a que se abra uma verdadeira discussão sobre a correção de distorções e eventuais fraudes, discussão para a qual as Centrais sempre estiveram abertas, reafirmando sua defesa intransigente dos direitos trabalhistas, os quais não aceitamos que sejam reduzidos ou tenham seu acesso dificultado. 


Para protestar contra tais decisões, as Centrais Sindicais em todo o país estarão reunidas nesta quarta-feira, 28 de janeiro, no Dia Nacional de Lutas. No Maranhão, o ato de repúdio às MPs 664 e 665 acontece em São Luís, a partir das 9h da manhã, em frente à Superintendência Regional do Trabalho, na Cohab, contando com a mobilização e articulação das representações regionais das centrais sindicais, inclusive a Nova Central do Maranhão. 

Até agora, estão previstas manifestações conjuntas em Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Belém (PA), Salvador (BA), Manaus (AM), Belo Horizonte (MG), Porto Alegre (RS), São Paulo (SP), Fortaleza (CE) e Rio de Janeiro (RJ). Participe você também!



Publicado em: 27 de janeiro de 2015.
COMPARTILHAR:

+1

A Construção de uma NOVA CENTRAL SINDICAL DE TRABALHADORES – NCST foi forjada na unidade, coragem e ousadia, capaz de propor uma alternativa de luta para os trabalhadores e trabalhadoras do Brasil.
NCST-MA - Presidente: Raimundo Henrique da Silva Endereço: Av. Senador João Pedro, Casa do Trabalhador Sindicalizado-Sl 01 - Centro | 65025-150 Telefone: (98) 3221-3679 E-mail: ncst-ma@hotmail.com

Receba atualizações por e-mail